Quais as diferenças entre exportação direta e indireta?

By 15/05/2018Exportação
Exportação Direta e Indireta

Quando se fala em “exportação direta” e “exportação indireta” dúvidas podem surgir, especialmente em empresas não exportadoras ou exportadoras iniciantes. Entretanto, qual a diferença entre exportação direta e exportação indireta?

Diferenças entre exportação direta e indireta

A diferença entre elas está em quem fatura a remessa da mercadoria ao exterior. A exportação direta é realizada pelo próprio fabricante da mercadoria ao importador, enquanto a exportação indireta é realizada por empresas que adquirem os produtos para exportá-los.

A primeira exige da empresa conhecimento sobre o processo de exportação, como pesquisas de mercado, contato com o importador, precificação da mercadoria, questões logísticas, entre outros. Apesar de mais desafiadora, visto que esta modalidade exige maior alocação de recursos humanos, tempo e gestão, ela proporciona maior lucratividade e crescimento no mercado internacional.

Como fazer a exportação direta?

A exportação direta pode ocorrer através do contato entre empresa e cliente, através de agente, representante comercial ou filial de vendas no exterior. Para remessas de até U$$ 50.000,00 (cinquenta mil dólares americanos), a empresa pode utilizar a modalidade de vendas pelos Correios, através do portal Exporta fácil.

Os documentos referentes a exportação estão listados em diversos sites, como o portal aprendendo a exportar, do MDIC.

Quer exportar mais ainda não sabe quais são os primeiros passos? Confira o artigo que preparamos sobre o RADAR, registro fundamental para quem pretende começar a fazer negócios fora do Brasil.